Preso autor de diversos estelionatos praticados em Goiás e Mato Grosso

503

A equipe da Delegacia de Polícia (DP) de Barro Alto prendeu preventivamente, nessa quinta-feira 2, José Elias Rodrigues Rabelo, de 42 anos, suspeito de praticar diversos estelionatos nos estados de Goiás e Mato Grosso.

As investigações começaram no final do mês de fevereiro, quando uma das vítimas informou que manteve um relacionamento amoroso com José Elias. Ele teria a pressionado a vender sua casa e acabou se apropriando do valor da venda, cerca de R$ 80.000,00. Além disso, reteve os cartões bancários da mulher, que já teve cheques protestados. A vítima relatou ainda que foi obrigada a assinar dois contratos de compra de ágios de lotes em Trindade e Alexânia. José Elias utilizava estes contratos para cometer os estelionatos.

No começo de abril, outra vítima procurou a delegacia, narrou que teve um relacionamento amoroso com ele por três meses. José Elias a levou a Anápolis para assinarem em cartório documento que seria referente a uma redução de impostos de uma terra que havia ganhado do INCRA. A vítima assinou estando impedida de ler. Pouco depois, recebeu uma mensagem de uma das vítimas de José Elias dizendo que comprou a terra por R$ 200.000,00 e estava de posse de um documento assinado pela mulher.

Além desses casos, a Polícia Civil registrou mais seis ocorrências no Estado de Goiás em desfavor de José Elias pelo crime de estelionato. Os golpes ocorreram em Goiânia, Aparecida de Goiânia, Trindade, Goianira, São Miguel do Araguaia e também em Cocalinho, Mato Grosso.

José Elias oferecia ou anunciava no site OLX imóveis (como chácaras, lotes, terrenos), apresentava às vítimas documentação fraudulenta sobre a regularidade do bem, que na maioria dos casos sequer existiam, induzindo-as a erro, e obtendo desse forma vantagem econômica ilícita. Em outros casos, permutava imóveis e carros com as vítimas, que lhe passavam os documentos necessários para a transferência, mas José Elias não honrava a sua parte no negócio e ainda revendia os imóveis a outras pessoas.

Foram apreendidos com o estelionatário 35 contratos de promessa de compra e venda utilizados para induzir as vítimas a erro, documentos pessoais, diversos comprovantes de depósitos e transferências bancárias e documentos de veículos. Também foram encontrados com ele 650 bilhetes de rifas de sorteios. As investigações realizadas até o momento apontam que as rifas são fraudulentas.