Preso em Águas Lindas homem que matou mulher a pedradas após negativa de sexo

1228

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio do Grupo de Investigações de Homicídios (GIH) da 17ª DRP de Águas Lindas, elucidou, em tempo recorde mais um grave caso de feminicídio na cidade. Elizeu Neto Rodrigues Loiola foi preso no dia 17 de julho, suspeito de ter matado, no início da semana, Josélia Alves da Costa, cujo corpo foi encontrado na última segunda-feira (15), , jogado às margens de uma rua de um loteamento novo, ainda sem urbanização, com severas lesões na região da cabeça e total desfiguração da face, provocadas por pedradas.

O autor foi identificado após minucioso estudo de local de crime, identificação da vítima e análise dos seus últimos passos. Capturado, Elizeu confessou em detalhes a forma e a motivação do crime. Segundo ele, após se encontrar com Josélia em um bar da cidade, ingerir bebidas alcoólicas e comer uma pizza com ela, a levou para um bairro isolado, com a intenção de manter relações sexuais.

No entanto, a mulher teria se negado a praticar relações sexuais com o suspeito, que, irritado, começou a agredí-la, golpeando-a com pedras até a morte. Após isso, Elizeu retirou toda roupa da vítima e a deixou nua, fugindo na sequência. As vestes de Josélia foram jogadas em um córrego a caminho da casa do suspeito.