Preso em Joviânia ex-vereador condenado por corrupção eleitoral

664

Os policiais civis da Delegacia de Polícia (DP) de Goiatuba prenderam, na última sexta-feira (20), Sieber Marques Buzain, 49 anos, em razão de cumprimento de mandado de prisão para execução provisória de pena expedido pela Justiça Eleitoral.

Sieber, que já foi presidente da Câmara dos Vereadores do município de Goiatuba, foi denunciado pelo Ministério Público Eleitoral por crimes praticados nas eleições municipais disputadas no ano de 2012.

Consta da denúncia que Buzain, na condição de “detentor de engenhosa engrenagem para a compra de votos”, montou junto com os Chirley Vieira Cassiano (sua esposa), Genusvaldo Galdino de Araújo, Jubes Carlos Marques da Silva e Elmo Ferreira de Moura, um esquema que consistia na contratação de intermediadores que abordavam eleitores com o oferecimento de dinheiro, o que envolvia também, em muitos casos, o transporte dos eleitores no dia do pleito.

Denunciado por corrupção, transporte irregular de eleitores e associação criminosa, foi julgado e condenado a 8 anos e 2 meses de reclusão, em regime inicial fechado, e 250 dias-multa. Os demais envolvidos foram todos condenados, porém, suas penas serão cumpridas em regime inicial diverso do fechado.

Sieber estava foragido desde que tomou conhecimento da expedição do mandado de prisão, ainda no mês de julho deste ano. Após inúmeras diligências realizadas nos últimos meses, no sentido de dar cumprimento ao mandado, policiais civis localizaram e prenderam o autor na cidade de Joviânia na sexta-feira passada. Sieber Marques foi recolhido na Unidade Prisional de Goiatuba, onde se encontra à inteira disposição da Justiça.