Preso suspeito de incendiar residência onde seu companheiro criava animais para venda; bichos foram furtados

306

Os policiais civis da 15ª Delegacia Distrital de Polícia (DDP), com a participação dos policiais civis das Delegacias Regionais de Rio Verde e Jataí, prenderam em flagrante delito pelos crimes de furto, incêndio, dano, ameaça, injúria e maus tratos a animais, Ilson Douglas Romera, 31 anos de idade. A prisão foi efetuada nessa segunda-feira (3), em Jataí, no sudoeste goiano.

O autuado teria, após um desentendimento com seu companheiro, ateado fogo na residência onde moravam, além de subtrair animais que lá estavam e danificar vários objetos de propriedade da vítima. O fato aconteceu em Goiânia, na data de ontem (3).

Os animais eram criados na residência para serem vendidos posteriormente. Aproveitando que a vítima estava na residência de sua irmã, Ilson Douglas teria, no início da manhã dessa segunda-feira, soltado das gaiolas pássaros domésticos e matado peixes ornamentais de propriedade de seu companheiro. A Polícia Civil conseguiu restituir os animais subtraídos, que estavam em condições de maus tratos.

Foi constatado também que o investigado teria feito graves ameaças de morte contra a vítima antes de incendiar a residência, que fica no setor Condomínio Santa Rita 7ª Etapa, na capital. Ele foi preso no município de Jataí, dentro de um ônibus, no momento em que fugia para o estado do Mato Grosso.

Ilson Douglas Romera foi autuado em flagrante delito pelos crimes de incêndio, furto, dano, ameaça, injúria e maus tratos a animais. Após a lavratura do procedimento, Ilson foi recolhido na carceragem da Central Geral de Flagrantes de Goiânia à disposição do Poder Judiciário.

Delegado responsável: Germano Cesar de Castro Melo.