Suspeita de golpes na região do Entorno do DF é presa em Planaltina

244

Policiais civis da Delegacia de Polícia de Planaltina de Goiás cumpriram, na quarta-feira (23), mandado de prisão preventiva em desfavor de J.M.F., pela prática de estelionato mediante fraude eletrônica, previsto no art. 171, parágrafo 2º-A do CPB. A mulher, considerada uma das maiores estelionatárias da região, vinha sendo investigada por causar prejuízos a diversos estabelecimentos do Entorno do Distrito Federal.

De acordo com as investigações, J.M.F. se aproveitava de uma possível falha na geração de comprovantes PIX, por uma instituição bancária, para aplicar diversos golpes em lojas nas cidades de Planaltina/GO, Luziânia, Cristalina, Planaltina/DF, Vicente Pires, Lago Norte, Sobradinho e outras. Segundo o delegado Thiago César de Oliveira, o banco gerava o comprovante de transferência, mas o valor não era depositado na conta de destino.

Na manhã de quarta-feira, a equipe encontrou a autora em uma residência tentando se ocultar dentro de um colchão. A autoridade policial destacou que J.M.F possuía três mandados de prisão em aberto, expedidos pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal, os quais foram cumpridos. Além disso, uma nova representação foi feita em desfavor da suspeita.

Há informações de que a investigada responde a mais de duas dezenas de inquéritos no DF e Goiás. Além do crime de estelionato mediante fraude, J.M.F será investigada por possível crime de maus tratos contra seus filhos menores, que foram encontrados em situação insalubre e foram encaminhados ao Conselho Tutelar local.

Após os procedimentos de polícia judiciária, a investigada foi encaminhada à cadeia pública, ficando à disposição do Poder Judiciário.