Suspeito de homicídios em Planaltiva é preso pelo GIH

49

O policiais civis do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Planaltina de Goiás cumpriram, nessa terça-feira (9), mandados de prisão preventiva em desfavor de Edimilson Batista dos Santos, vulgo Nissinho. O indivíduo é de alta periculosidade e chegou a comandar por diversos anos o tráfico de drogas no bairro Paquetá, em Planaltina. A equipe do GIH deu cumprimento a três mandados de prisão.

Edmilson Batista foi responsável pela morte do seu ex-sogro, crime pelo qual já é indiciado formalmente. Também é acusado de ser o mandante da morte de Rodrigo Neri Serra, morto no bairro Paquetá no ano passado. Nissinho acreditava que Rodrigo seria um informante da polícia e ordenou a um de seus comparsas, José Maik, que ceifasse a vida de seu desafeto. Rodrigo foi morto próximo a uma distribuidora de bebidas.

Outro mandado cumprido foi em relação à morte de seu próprio comparsa José Maik. Este teria perdido o controle e passado a descumprir ordens dadas por Nissinho que, diante da situação, decidiu pôr fim à vida de Maik. Nissinho se encontra agora à disposição do Poder Judiciário.

Delegado responsável: José Antonio Machado Sena.