Suspeito de torturar companheira é preso em São Francisco de Goiás

236

Um homem de 47 anos teve o mandado de prisão preventiva cumprido na última sexta-feira (12). Ele é suspeito de torturar a companheira, 51 anos, e queimar diversos objetos da residência. Ele foi preso em São Francisco de Goiás.

A vítima narrou que o autor, após fazer uso de grande quantidade de crack, passou a agredi-la com chutes, murros e tapas. Após, passou a enforcá-la para que ela falasse onde estava um botijão de gás. A mulher havia escondido o botijão para impedir que o companheiro vendesse, assim como ele fez com outros objetos da residência.

Ante a recusa da mulher em dizer onde estava o botijão de gás, o companheiro, com a ponta de um cigarro, passou a queimá-la, causando intenso sofrimento físico e psíquico à companheira. Em seguida, destruiu e arremessou os móveis da casa e as roupas da vítima pela janela e porta e ateou fogo.

“O suspeito responderá pelos crimes de tortura, injúria e dano qualificado, com incidência da Lei Maria da Penha”, explicou a delegada Poliana Bergamo quanto à tipificação penal. O homem já possui uma ampla lista de antecedentes criminais, como tráfico de drogas, ameaça, furto e apropriação indébita.