Tradicional em Goianésia, concurso de redação da Deam é estendido a Barro Alto

247
Delegada Poliana Bergamo

Os alunos dos 5° anos da Rede Municipal de Ensino de Barro Alto realizaram, no dia 28 de maio, a prova do I Concurso de Redação: “Violência Contra a Mulher e a Lei Maria da Penha”. O projeto, originado no município de Goianésia, é uma iniciativa da Delegacia de Polícia local, em parceria com a Prefeitura de Barro Alto e conta com o apoio do Poder Judiciário e Ministério Público. Na ocasião, os alunos fizeram um poema com o tema “A história de Maria da Penha Fernandes”. As redações serão corrigidas por uma banca composta por três corretores, no mês de julho. A premiação ocorrerá no dia 28 de agosto, em Barro Alto.

A delegada de Barro Alto Poliana Bergamo, que também é titular da Deam de Goianésia, onde a ação teve início, em 2016, enfatizou que o objetivo do projeto é promover a reflexão sobre a importância da desconstrução da cultura  machista e patriarcal impregnada sociedade, além de educar e conscientizar os jovens sobre a igualdade entre homens e mulheres. “Assim, evitamos que eles sejam futuros agressores e que elas se submetam a situações de violência. É necessário educar para prevenir. A punição sem prevenção e conscientização de nada adianta”, pontuou.

Os três primeiros colocados de cada série receberão, respectivamente,  um Smartphone Samsung J6 ; um Smartphone Samsung J4 e um Smartphone Moto C, respectivamente. O professor-orientador do primeiro colocado receberá uma TV 32′ polegadas.