Vendedor de artigos religiosos é preso suspeito de abusar sexualmente de idosas em Goianésia

334

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Goianésia, cumpriu mandado de prisão preventiva expedido contra um homem de 55 anos investigado por importunar sexualmente duas idosas em Goianésia. Ele foi preso nessa terça-feira (13).

Um das mulheres vítimas, uma idosa de 79 anos, procurou a Delegacia da Mulher e relatou que era cliente de um vendedor de produtos religiosos. Narrou que ele tinha o hábito de ir à casa dela vender os produtos. Em algumas destas ocasiões, o homem se masturbou por cima das plantas da idosa. Não bastasse, o investigado, ao se levantar para ir embora, pegou a mão da idosa, sem o consentimento dela, e esfregou por cima da calça dele, em sua região genital. Em sentido semelhante, a segunda vítima, 73 anos, narrou que o vendedor ligava para ela e dizia frases eróticas/pornográficas.

As vítimas ainda relataram que o investigado praticou as mesmas atitudes com outras idosas da vizinhança, porém, por temor e vergonha, elas não ‘denunciaram’ os fatos. A Polícia Civil acredita que com a prisão do vendedor outras vítimas terão coragem de denunciá-lo.

O suspeito encontra-se recolhido na Unidade Prisional de Goianésia, à disposição do Poder Judiciário. Ele vai responder pelo crime de estupro, que prevê uma pena de 6 a 10 anos.