Mãe e padrasto são presos suspeitos de torturar crianças de 3 e 6 anos, em Mineiros

222

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia de Mineiros, prendeu, nesta quarta-feira (15), uma mãe e padrasto, de 21 e 23 anos, pelo crime de tortura, agravado por ter sido praticado contra as crianças pelas quais eram responsáveis. 

Na DP, compareceu a conselheira tutelar, acompanhada por duas crianças, sendo um menino e uma menina, de 03 e 06 anos, respectivamente. Inicialmente, foi detectado que as vítimas estavam com lesões no corpo, bem como reclamavam de muita fome, estando, inclusive, tremendo.

Após o fornecimento de alimentos, foram tomados os depoimentos dos menores, sendo relatado que os investigados amarraram o menino com uma cinta e, após o mesmo começar a chorar, foi colocado um pano em sua boca. 

Ainda no depoimento, as crianças relataram que os investigados amarravam elas em um pau com a mão para cima e, caso elas se soltassem, apanhavam. O menino também disse não gostar de quiabo, e, ainda segundo a criança, os suspeitos enchiam o prato do alimento mencionado, forçando-o a comer até vomitar.

Das práticas de tortura, as crianças também relataram que apanhavam, frequentemente, com chinelo na boca, até inchar, e que não havia o fornecimento regular de alimentação – o que foi corroborado pela magreza detectada em uma delas. 

Após a colaboração da Polícia Militar, os investigados foram conduzidos até a Delegacia de Polícia, oportunidade em que foi dada voz de prisão a ambos. Eles responderão pelo crime de tortura.