Polícia Civil de Jataí prende vigilante e comparsa suspeitos de roubo a casal após saque em banco

649

A Polícia Civil de Jataí, por meio do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc) e Grupo de repressão a Crimes Patrimoniais (Gepatri), prendeu, nesta quarta-feira (30), dois homens suspeitos de participar do assalto a um casal na porta de uma agência bancária de Jataí, no sudoeste goiano, logo após um saque de R$ 31 mil. Um deles trabalha como guarda da instituição. Câmeras de segurança registraram o crime, que teve repercussão nacional.

“Primeiro, chegamos a um dos assaltes. Ele confessou a participação do guarda. O guarda trabalhava lá, tinha informações privilegiadas e mandava para os assaltantes cometerem os crimes”, disse o delegado Dannilo Proto, responsável pelo caso. O assalto aconteceu no início da tarde de terça-feira (29), na avenida Veriano de Oliveira Lima, no Setor Vila Santa Maria, uma das principais da cidade. O casal tinha sacado o pagamento da venda de um veículo.

Nas imagens registradas no local do crime, é possível ver quando a dupla em uma moto aborda o casal, que estava em uma Mitsubishi Pajero preta. A mulher que está ao volante tenta fugir dos criminosos e, nisso, atravessa o canteiro da avenida e acaba batendo na parede de uma clínica odontológica. Na sequência, um dos bandidos consegue pegar o dinheiro. Na tentativa de fuga, a mulher acaba dando marcha a ré e atropela o marido, que havia caído do veículo.

O delegado explicou que informações colhidas no local do roubo e do serviço de inteligência da delegacia fizeram com que a polícia chegasse a um dos ocupantes da moto, Yuri Ferreira carvalho, de 20 anos. Em seguida, a corporação prendeu o guarda, Alex de jesus, de 26 anos. O terceiro envolvido ainda não foi localizado.