Trio de homens que furtou celulares em Jataí é indiciado

76

A Polícia Civil de Goiás, por meio do Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (Gepatri) de Jataí, indiciou três homens como incursos, por duas vezes, nos crimes de furto qualificado e de associação criminosa, após uma série de crimes.

Em 8 de maio de 2020, segundo a investigação mostrou, dois indivíduos não identificados compareceram à loja situada no centro da cidade de Jataí, onde furtaram um smartphone avaliado em R$ 3 mil.

Na sequência, os mesmos homens foram a uma outra loja, localizada no interior do Shopping Jatahy, onde subtraíram dois outros aparelhos celulares, ambos com valor de R$ 1.300,00, que estavam expostos à venda.

Após investigação por parte da PC, ficou claro que os autores eram, na verdade, um grupo de três pessoas – na ocasião dos furtos, um deles ficou o tempo todo no interior do veículo e deu suporte às ações delitivas.

Na sequência da apuração, a equipe de investigação conseguiu identificar o veículo e o seu proprietário, Davy Rabelo, sendo este um dos envolvidos – justamente o “piloto de fuga”. A partir daí, conseguiu-se estabelecer a ligação dele com outros dois indivíduos, os quais foram identificados como sendo os executores dos furtos, sendo eles José Ribamar Sousa e Douglas da Costa.

Todos os envolvidos são oriundos da cidade de Santo Antônio do Descoberto, entorno de Brasília, e estiveram em Jataí com o único propósito de praticar os furtos de celulares.

A investigação deu suporte (e vice-versa) a outra investigação realizada pela Polícia Civil em Rio Verde, onde foi possível descobrir que esses mesmos indivíduos também praticaram furtos de celulares naquela cidade, nos dias 04 e 08 de maio de 2020.

Obs.: a imagem e qualificação do(s) investigado(s) estão sendo divulgadas em razão da primazia do interesse público sobre o particular, em conformidade com os ditames da Lei n.º 13.869/2019 e Portaria n.º 02/2020 da PCGO, no caso em questão, tendo em vista ser possível que os investigados tenham feito outras vítimas.