Corumbá: após divulgação de imagem de suspeito de estupro, outras vítimas aparecem

77

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia de Corumbá de Goiás, divulgou, no último dia 04, a imagem de Sandoval Afonso da Silva, de 65 anos, investigado pelo crime de estupro de vulnerável.

Desde então, outras três pessoas procuraram a Delegacia, informando também terem sido vítimas do idoso.

Sandoval, criador e comerciante de peixes na cidade de Corumbá de Goiás e região, foi preso preventivamente durante investigação de estupro de vulnerável cometido contra três crianças. As vítimas que procuraram a Polícia após a publicação da matéria afirmaram que se sentiram encorajadas a realizar a denúncia após a prisão do suspeito.

Uma das vítimas afirmou ter sido abusada por Sandoval, que é do seu círculo familiar, quando tinha 11 anos de idade. Todas as vítimas apresentam relato semelhante: o homem, se aproveitando da amizade que mantinha com as famílias das crianças e do momento em que ficavam a sós, forçava-as a pegar em suas partes íntimas e passava a mão pelo corpo das crianças.

Outra vítima relatou ter sido abusada diversas vezes, há cerca de 30 anos. As investigações continuam no sentido de identificar outras possíveis vítimas de Sandoval. Reapresentamos sua imagem com o intuito de encorajá-las.

A divulgação da imagem e identificação do preso observa os limites impostos pela Lei 13.869/2019 e Portaria 547/2021, tendo em vista o interesse público em fomentar a colaboração de eventuais outras vítimas e testemunhas.