Divisão de Proteção à Saúde oferece prevenção e tratamento para doenças ocupacionais

557

A Divisão de Proteção à Saúde do Servidor (DPSS) da Polícia Civil oferece serviços, realizados por equipe multidisciplinar, para prevenção e tratamento de enfermidades ocasionados no exercício da atividade laboral. Composta pelo Núcleo Integrado de Atenção Biopsicossocial (Niab), Seção de Serviço Social (SSS), Seção de Projetos em Saúde (SPS) e Serviço Especializado em Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT), a unidade ainda percorre delegacias da capital e interior para orientar os servidores sobre os cuidados com a saúde física e mental.

“Essa visita às unidades policiais, denominada de Operação Saúde, foi uma orientação do nosso diretor-geral, delegado Odair José Soares, para que todos os servidores passem a prestar atenção nas atitudes e cuidados que podem fazer a diferença na construção de uma rotina mais saudável”, explica a coordenadora da DPSS, Eliane Beppu, agente de polícia e psicóloga com título em neuropsicologia. Segundo ela, muitos policiais e mesmo servidores administrativos passam por problemas físicos ou psicológicos, mas ainda são poucos os que procuram o suporte da unidade. “Temos um serviço de excelência que precisa ser divulgado”, considera.

Com corpo técnico formado por psicólogos, fisioterapeutas, assistente social, enfermeiros, técnicos e engenheiro de segurança do trabalho, a DPSS realiza ações preventivas em saúde e acompanha o tratamento de servidores. Além disso, periodicamente, realiza campanhas de vacinação e doação de sangue. “A unidade dá o suporte necessário, dentro de suas especialidades técnicas, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida no trabalho do profissional de segurança pública, que é o maior patrimônio da instituição, ou mesmo de seus familiares”, explica o delegado-geral Odair José.

Para tanto, existe ainda o apoio social dos colaborados administrativos da unidade, que realizam o transporte de pacientes não acamados e com dificuldades de locomoção, para realização de exames e consultas, bem como empréstimos de material que auxiliam na readaptação física de pacientes acometidos por situações transitórias de incapacidade de mobilidade, tais como cadeiras de rodas, cadeira de banho e muletas. “Essa colaboração é parte fundamental do nosso trabalho”, diz Beppu. Diariamente, a DPSS realiza sessões de fisioterapia e psicologia, testes glicêmicos e aferição de pressão arterial.

Além disso, a unidade fica responsável pelo acompanhamento de servidores que necessitem de licença do trabalho, seja por motivo de saúde física ou psicológica. “A atividade desenvolvida, sobretudo pelo policial, é naturalmente estressante. É importante saber que esse profissional precisa ter um acompanhamento para que essa rotina cansativa não afete sua qualidade de vida. Por isso, batemos na tecla do cuidado diário, seja uma simples ginástica laboral, até a atenção para problemas mais graves, como estresse pós-traumático ou Síndrome de Bournout, um estado físico, emocional e mental de exaustão extrema”, alerta a coordenadora.

Maiores informações sobre a atuação da DPSS podem ser obtidas pelo telefone (62) 3201-9585/3201-9589 ou na própria unidade, situada na Rua 17, quadra 02, lote 04, casa 06, no Setor Aeroviário, na capital.