Grupo Escoteiro Koala é lançado na ESPC

619

No último sábado (1º), foi realizada a abertura do Grupo Escoteiro Koala, na Escola Superior da Polícia Civil. Este grupo foi iniciado tendo como idealizadora a escrivã de polícia Luana Jorge, hoje lotada na ESPC, que participa do movimento escoteiro há vários anos. A ideia foi abraçada por diversos policiais civis, muitos ex-escoteiros e por alguns integrantes do movimento que trabalharam desde o começo do ano para iniciar este projeto se concretizar.

O nome Koala é referência ao helicóptero que se acidentou com policiais civis, delegados e peritos criminais, ocorrido no ano de 2012. Desta forma o Grupo Escoteiro formado em sua maioria por policiais civis em sua direção, buscou homenagear e vincular seu nome a história da instituição.

O início do grupo obteve apoio da direção da Polícia Civil. O projeto foi apresentado em julho para o delegado-geral da Polícia Civil de Goiás, André Fernandes, o superintendente de Polícia Judiciária, delegado André Ganga e o diretor da Escola Superior de Polícia Civil, ESPC, delegado Marcelo Aires. Eles entenderam como a iniciativa como uma grande oportunidade de, por meio do movimento escoteiro, agregar aos filhos e parentes dos policiais civis e suas famílias momentos de integração familiar e aprendizado mútuo entre todos através dos princípios que norteiam o movimento escoteiro.

A diretoria do grupo é formada em sua maioria por policiais civis, tendo como diretor-presidente o escrivão de polícia Ricardo Vilaverde. Dentre outros policiais civis que compõem a diretoria as escrivãs de polícia Jurema Telho, Glauce Rezente, Anne Caroline, Sara Costa e os agentes de polícia Glauco Leão e Daniel Vilaverde, além de vários outros que farão parte do Grupo Escoteiro como chefe escoteiro.

O corpo diretor também é composto por vários chefes escoteiros já experientes que se juntaram ao grupo para ajudar a desenvolver da melhor maneira possível as atividades com as crianças e adolescentes que estarão envolvidas.

O diretor-presidente do grupo na oportunidade agradeceu a presença do diretor da ESPC, por ceder o espaço para as atividades escoteiras, assim como a direção da Polícia Civil que também autorizou e apoiou este projeto. Aos diversos chefes escoteiros de vários grupos que se fizeram presente e a direção regional da União dos Escoteiros do Brasil (UEB) que também participaram desta abertura.
Na oportunidade, o diretor da UEB, chefe Ellison, entregou à direção do grupo o documento de registro e autorização de funcionamento do Grupo Escoteiro Koala – 44ºGO. O diretor da ESPC usou da palavra para parabenizar a iniciativa da criação do grupo escoteiro, agradeceu a presença de todos e se colocou à disposição para ajudar no que for possível.

Marcelo Aires entregou à escrivã de polícia e chefe escoteira Luana Jorge e à chefe Cleide placas do GE Koala, em homenagem à iniciativa de criação do grupo e por serem responsáveis diretas por esse importante projeto se concretizar.

A diretoria do GE Koala, convida todos os policiais civis interessados em ingressar, ou mesmo conhecer o que é o movimento escoteiro, a participarem das atividades e trazer seus filhos de seis a 14 anos para fazerem parte do grupo, tanto no Ramo Lobinho como Ramo Escoteiro.

É vital para o sucesso do grupo a participação de adultos voluntários para que possam com suas experiências de vida e dentro dos princípios escoteiros levar para essas crianças e jovens ensinamentos que as guiarão pela sua vida. As reuniões ocorrerão sempre aos sábados, das 09 às 11 horas, na ESPC. Aqueles que ainda quiserem levar seus filhos para participarem deverá levá-los nas próximas reuniões. Devido ao feriado de 07 de setembro, a próxima reunião ocorrerá no dia 15 deste mês.