Polícia Civil e demais forças de segurança participam de campanha de doação de sangue

144

O Hemocentro Coordenador Professor Nion Albernaz recebeu, nesta sexta-feira (16), uma força-tarefa de vários órgãos da segurança do Estado para doação de sangue. A parceria faz parte da 1ª Semana Goiana de Conscientização da Hemofilia, evento alusivo ao Dia Mundial da Hemofilia, celebrado no dia 17 de abril. Representando a Polícia Civil, estiveram presentes na abertura do evento os policiais Micaely Rodrigues Araújo, agente de polícia; Fernando Luiz Costa Gonzaga, escrivão de polícia; e Ana Claudia Stofell Rodrigues, delegada de polícia

Inédito no Estado de Goiás, a ação tem como objetivo levar informação sobre a doença à população. O evento conta com o apoio da Associação dos Hemofílicos do Estado de Goiás.
A campanha “Sangues das forças, sangue do bem” contará com a participação de integrantes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Exército, Detran, Secretaria Municipal de Trânsito (SMT), Guarda Civil Metropolitana e Agência Prisional.

A hemofilia é um distúrbio hemorrágico genético e hereditário ligado ao cromossomo X, que afeta principalmente pessoas do sexo masculino e é caracterizado pela deficiência de uma proteína da coagulação sanguínea. O Hemocentro Coordenador é referência no Estado de Goiás para o tratamento de pacientes diagnosticados com coagulopatias, incluindo a hemofilia. O Hemocentro Regional de Rio Verde também dispõe de um serviço ambulatorial para o tratamento dessa doença.

Cerca de 600 pacientes com hemofilia são atendidos pelo Hemocentro nas unidades de Goiânia e Rio Verde. Os pacientes dispõem de equipe multidisciplinar (médicos, enfermeiros, psicólogo, nutricionista, fisioterapeutas, farmacêuticos, assistentes sociais além de um laboratório especializado), preparada para promover atendimento humanizado e orientações sobre a condução do tratamento de forma individualizada.