Ação conjunta entre PCGO e PCDF leva investigado por homicídio para cadeia

446

Guilherme Monteiro da Silva foi preso em Guará, no Distrito Federal. Ele é suspeito de matar Lucas Júnior Xavier, em Luziânia

pcdfA Polícia Civil do Estado de Goiás, em ação conjunta entre Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Luziânia e equipe do 4°DP do Distrito Federal (Guará II), cumpriu, no dia 18 de julho, no DF, mandado de prisão temporária expedido contra Guilherme Monteiro da Silva, vulgo “Monstrinho”.

Segundo o delegado Maurício Passerini, responsável pelas investigações, Guilherme é o principal suspeito de um crime de homicídio qualificado ocorrido no mês de fevereiro deste ano, em Luziânia. Na ocasião, o corpo da vítima, Lucas Júnior Xavier, foi encontrado parcialmente carbonizado, na zona rural do município. A motivação do crime ainda é apurada.

De acordo com as investigações, testemunhas apontaram Guilherme como sendo o autor do homicídio, o que viabilizou a expedição de mandado de prisão em seu desfavor.  O investigado foi recolhido ao presídio do Distrito Federal e posteriormente recambiado para Luziânia, onde tramita o inquérito policial.