Ação integrada cumpre mandados em estabelecimento suspeito de sonegação fiscal

340

A Polícia Civil do Estado de Goiás – através da DOT (Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Ordem Tributária) e da Decon (Delegacia Estadual de Repressão aos Crimes Contra o Consumidor) -, a Sefaz (Secretaria Estadual da Fazenda) e a ANP (Agência Nacional de Petróleo) deflagraram nesta quinta-feira (17/05), no município de Anápolis, uma ação integrada para o cumprimento a dois mandados de busca e apreensão em um estabelecimento comercial clandestino de revenda de óleos lubrificantes.

O local não tinha autorização estadual para funcionamento e trabalhava sem cadastro, sem a emissão de notas fiscais e sem qualquer recolhimento de tributos. Foram verificados ainda indícios de possível falsificação dos óleos lubrificantes e venda de óleos de inferior qualidade como se fossem de marcas famosas.

Os responsáveis pelo estabelecimento já foram interrogados e a Polícia Civil segue com as investigações, aguardando a análise dos produtos que foram colhidos para a perícia, assim como a auditoria do Fisco.