Acusado de diversos crimes em fazendas de Santa Helena é preso no RS

334

José Valdir MisneroviczA Polícia Civil de Goiás prendeu, na quarta-feira (1º), José Valdir Misnerovicz, 45 anos, acusado de liderar, incentivar e cometer diversos crimes na zona rural do município de Santa Helena de Goiás. Havia um mandado de prisão expedido pela Justiça goiana. Além dele, também foi preso Luís Batista Borges, 46, em abril último. José Valdir fugiu para outro estado – foi preso em Veranópolis, no Rio Grande do Sul, cidade distante 150 quilômetros da capital, Porto Alegre. Os agentes de Goiás contaram com parceria da polícia gaúcha na operação.

Popularmente, o acusado é conhecido como “coordenador” do Movimento dos Trabalhadores Rural Sem Terra (MST). As investigações, comandadas pela 8ª Delegacia Regional de Rio Verde, começaram quando várias pessoas que eram vítimas dos acusados resolveram denunciar os crimes praticados por eles nas áreas da Fazenda Várzea da Ema e Fazenda Mário Moraes, ambas localizadas em Santa Helena de Goiás – distante 220 quilômetros da Capital.

De acordo com a Polícia Civil goiana, após sofrerem diversos tipos de agressões, seis pessoas procuraram a polícia para denunciar as ocorrências. As vítimas relataram os fatos e apresentaram provas como fotos e vídeos onde os denunciados apareciam cometendo os crimes. Após ocuparem as duas fazendas em outubro de 2015, o grupo liderado pelos investigados passou a praticar crimes como roubo de máquinas agrícolas e de veículos utilizados por funcionários que prestavam serviços às propriedades.