Autor de 20 estupros, pedreiro é encontrado e preso por Policiais Civis de Goianira em Anápolis

291

A Polícia Civil de Goianira, na região metropolitana de Goiânia, colocou um ponto final ontem (23.01) numa busca que durava quase quatro anos. Numa obra de Anápolis foi preso o pedreiro Luciano Medrade dos Santos, de 41 anos, denunciado em 2009 por 20 estupros no município. Identificado e reconhecido por algumas das vitimas na época, ele fugiu para não ser preso. Sem outro tipo de registro na polícia, o pedreiro costumava chorar e pedir perdão às vítimas após consumar o ato sexual.

À frente da delegacia de Goianira desde julho do ano passado, Vinícius Teles decidiu se empenhar para prender o estuprador. Há quatro meses uma equipe foi designada para localizá-lo. Depois de passar por Porangatu e Minaçu, Luciano estava vivendo há dois anos em Anápolis e foi preso enquanto trabalhava. Casado e pai de uma filha, ele não se manifestou publicamente a respeito da acusação, alegando que aguardaria as orientações do advogado.

Conforme Vinícius Teles, os estupros provocaram uma grande comoção em Goianira em 2009. Em uma motocicleta preta, Vinícius costumava seguir os ônibus do transporte coletivo que faziam os horários finais do dia, abordava as vítimas em potencial e, armado, as obrigava a sentar na frente da moto levando-as para locais ermos. Depois, ele conversava com as mulheres, chorava e pedia perdão. Nove estupros foram registrados. Cinco vítimas fizeram a representação criminal, as outras quatro preferiam se omitir. No decorrer das investigações, foram descobertas outras 11 vítimas.

Fonte: O Popular
Ilustração: Google