Casal suspeito de homicídio de idoso em Inhumas é preso no Paraná

427
casal inhumas
Miguel e Cíntia (Foto: G1 Goiás)

Um casal suspeito de ter assassinado um idoso em Inhumas, em maio passado, foi preso na semana passada pela Polícia Civil em Foz do Iguaçu, no Paraná. Cíntia Dayane Sici Caetano Gomes, de 20 anos, e Miguel Augusto Perez da Silva, de 27 anos, foram apresentados nesta quarta-feira (04/11). Segundo o delegado Humberto Teófilo, titular da Delegacia de Inhumas, o casal planejou a execução de Amadeu Lovo Martins, de 74 anos, porque Cíntia não concordava com o relacionamento extraconjugal entre ele e sua avó, cerca de 20 anos mais jovem.

Para a Polícia Civil, o casal premeditou o assassinato, uma vez que foi até a cidade e passou a indagar a vizinhança sobre o endereço do alvo. “Seu Amadeu”, como era conhecida a vítima, foi morta na porta de sua casa, com um tiro na barriga. Ele estaria sendo ameaçado de morte, segundo contou um filho dele logo após o assassinato. Em depoimentos, testemunhas confirmaram que os suspeitos percorreram os arredores da residência antes do crime. Eles, que não moram na cidade, estavam a bordo de um Hyundai HB 20.

Miguel é apontado como o autor do disparo. Cintia, por sua vez, é apontada como mentora do homicídio. Denúncia dando conta do paradeiro dos suspeitos no Sul do País apontava que o casal planejava deixar o país. Segundo Teófilo, os suspeitos serão indiciados pelo crime de homicídio doloso. Se forem condenados, cada um pode ficar preso entre 12 e 30 anos. Nenhum deles tinha passagem pela polícia. Ambos negam participação na morte do idoso.