Coletor de lixo é preso suspeito de matar enteado durante briga

284

padrastoA Polícia Civil prendeu na terça-feira (13) o coletor de lixo Melquíades Gregório Lopes, de 50 anos, suspeito de matar o enteado, Jakson Silva Ribeiro, de 28, no Setor Madre Germana II, em Goiânia. Segundo o delegado Danillo Proto, responsável pela investigação, o padrasto esfaqueou o jovem durante uma briga na casa da família. O homem alega que agiu em legítima defesa e que a vítima, viciada em drogas, era violenta com familiares.

O crime aconteceu na noite de segunda-feira (12). Segundo a polícia, havia uma festa na casa com toda a família, quando houve o desentendimento. O coletor de lixo tentou intervir e, após ser agredido com uma cadeira, acabou dando três facadas no enteado, que morreu no local.

Após o crime, o suspeito fugiu. Os policiais realizaram levantamentos e descobriram que ele estava escondido na casa de um amigo no Jardim Tropical, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. Ele foi preso na tarde de terça-feira (13).

Ao ser apresentado, na manhã desta quarta-feira (14), o coletor de lixo afirmou que não premeditou o crime e que só tentou se defender. O delegado disse que o coletor de lixo não tem antecedentes criminais. Já a vítima tinha passagens por furto e roubo. Apesar dos indícios de legítima defesa, Proto explicou que Melquíades será indiciado por homicídio.