Combate ao tráfico: Mais duas pessoas são presas por Policiais Civis do GENARC de Goianésia

276

Policiais Civis do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos – GENARC, de Goianésia, prenderam na última quinta-feira, 28/06, Márcio Lima da Silva, 21 anos, e Janiel Lopes de Jesus, 22 anos. Com os dois, que são acusados pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico, os Policiais apreenderam quase 200 gramas de pasta base de cocaína, produtos químicos utilizados para o refino de cocaína e uma balança de precisão.

O Delegado Marco Antônio Maia Júnior, Coordenador do GENARC, informa que Márcio foi abordado no momento em que entregaria a droga para a esposa de Janiel – na ocasião os dois disseram que a pasta base de cocaína era de Janiel. Diante disso os Policiais Civis se deslocaram até residência de Janiel e lá encontraram uma balança de precisão digital. Na sede do GENARC Márcio disse que recebeu de Janiel a quantia de R$100,00 para buscar a droga em Anápolis. Janiel, que em 2008 foi autuado por tráfico de drogas, negou ser o proprietário do entorpecente apreendido com Márcio.

Janiel já estava sendo investigado pelos Policiais Civis há aproximadamente sete meses. Durante esse tempo foi possível constatar que ele adquiria cerca 200 gramas de pasta base de cocaína e, após o refino, a transformava em 1 quilo de cocaína. Essa droga era revendida para pequenos traficantes de Goianésia. Para evitar a prisão Janiel utilizava de várias artimanhas, tais como de sempre solicitar outras pessoas desconhecidas dos Policiais para buscar a pasta base de cocaína em Anápolis. Janiel também nunca guardava drogas e dinheiro com ele e refinava a droga só em locais ermos. Só este ano aconteceram duas apreensões de cocaína com pessoas ligadas a Janiel que assumiram ser proprietários da droga e que não o delataram. Diante disso as investigações para prendê-lo foram intensificadas e na quinta os Policiais Civis tiveram êxito na prisão de Janiel e de seu comparsa Márcio.

Marco Antônio Maia Júnior disse ainda que apesar de 80% das apreensões de drogas na cidade este ano serem de crack atualmente a cocaína é a droga mais consumida por usuários de Goianésia. “Acredito que as apreensões de cocaína vão aumentar. Alguns traficantes deixaram de traficar crack para traficar cocaína”. O delegado informou ainda que com o intenso combate ao tráfico de drogas realizado pelas Polícias Civil e Militar foi possível reduzir em quase 80% o números de homicídios em Goianésia, que tinha uma média três homicídios por mês. “Hoje a realidade é outra – em menos de seis meses foram registrados apenas 4 homicídios e só um não foi elucidado. O último homicídio na cidade ocorreu tem 52 dias e o acusado foi preso em flagrante” – finaliza o Delegado.