Mulheres de Delegacia: Conheça a história da Agente de Polícia Cristina Célia Oliveira Cravo

288

Nunca enfrentei nenhum tipo de discriminação por ser mulher

Ingressei na Polícia Civil no ano de 1983. Foi no dia 04 de abril. Trabalhei em várias delegacias, sempre na função operacional para a qual fiz o concurso, para o cargo de agente de polícia. Durante este período realizei trabalhos no 1º, 4º, 6º, 7º, 11º e 13º Distritos Policiais.

Juntamente com a delegada Gildeci Marinho, integrei a equipe de policiais da Delegacia da Mulher, numa época que as mulheres começavam a criar coragem e denunciar os casos de violência o que elas sofriam. Outra delegacia que tive uma atuação que considero importante foi na extinta Delegacia Furtos e Roubos de Vadiagem.

Mesmo atuando em uma época onde a presença da mulher na Polícia  Civil era exceção, sempre fui bem tratada e recebida pelos meus colegas. Nunca enfrentei nenhum tipo de discriminação por ser mulher.