Idosos presos por estuprar mulher soropositivo, de 45 anos, no Setor Leste Universitário

676

Delegada de Polícia Ana Elisa Gomes, titular da Deam

Dois homens, Paulo Iran e Oliveira Motta Salgado, de 66 e 50 anos, respectivamente, foram presos em flagrante por agentes da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Goiânia, suspeitos de terem estuprado uma mulher soropositivo, de 45 anos. A violência sexual teria acontecido na sexta-feira, dia 17, na casa do primeiro.

A mulher, de acordo com seu depoimento na Deam, faz tratamento no Hospital de Doenças Tropicais (HDT) e teria pedido informações de um endereço para Paulo Iran em um ponto de ônibus no Setor Leste Universitário, e ele a teria convencido a acompanhá-lo até sua casa, argumentando que lhe daria carona em seguida.

A delegada titular da Deam, Ana Elisa Gomes, revela que a mulher contou que, ao chegar à casa do sexagenário, este começou a puxar seus cabelos e a arrancar suas vestes, momento em que ela viu que Oliveira Salgado estava no local e os dois se juntaram para praticar o ato.

Após ser estuprada, de acordo com a delegada Ana Elisa, a mulher conseguiu fugir e encontrou uma viatura policial. Os policiais civis, ao serem informado do abuso, foram à casa de Paulo Iran e o prenderam. “Algumas horas depois, o outro homem suspeito de participação no estupro foi detido. Apesar de negarem o fato, um exame de corpo de delito feito pela vítima no Instituto Médico Legal (IML) confirmou o crime”, revelou a titular da Deam.

Ainda conforme a delegada, quando negaram o crime, um dos suspeitos relatou que a mulher estava na casa deles desde a última quinta-feira, 16, quando pediu abrigo na residência e eles resolveram ajudar. “Eles alegam que a abrigaram, dando comida e bebida. Um dos suspeitos disse que eles conseguiram até cachaça para a vítima e que ela também queria usar droga na residência, pedindo que conseguissem crack, mas eles não deixaram”, ressaltou a titular, completando que a partir daí é que começou a discussão, conforme afirmaram os suspeitos em depoimento.

Ainda segundo Ana Elisa, a vítima, que é baiana, nascida em Itaberaba, morava em Goiânia junto com o marido, de quem teria contraído o HIV. O homem morreu recentemente vítima da enfermidade. A mulher deve ser encaminhada para um abrigo até que consiga retornar à sua cidade natal na Bahia, como é sua vontade, e morar com a família.

Paulo Iran e Oliveiro Salgado estão presos na carceragem da Deam e vão responder por estupro. Se condenados, podem pegar até 12 anos de prisão. Após presos, eles também foram encaminhados aos Instituto Médico Legal para colher amostra de sangue para verificar se foram infectados com o vírus HIV. Segundo Ana Elisa, ainda não tem data prevista para saírem os resultados.

Fonte: Diário da Manhã
Texto: Antéro Sóter
Foto: Polícia Civil