Novo Gama: Pai e filhos envolvidos em um homicídio. Dois estão presos e um foragido

714
O filho Jhonison Silva e o Sargento Lindomar Moura Gomes
O filho Jhonison Silva e o Sargento Lindomar Moura Gomes

O Sargento Lindomar Moura Gomes, policial militar do Distrito Federal, e seu filho Jhonison Gomes, foram presos na última terça-feira (08.04) por Policiais Civis do Novo Gama. Eles são  suspeitos do assassinato de Wescley Ferreira de Sousa, morto no dia 4 de janeiro passado, no Setor Lunabel 3, Novo Gama, Região do Entorno do Distrito Federal.

A vítima foi atingida por quatro disparos de arma de fogo, disparados por Jhonatan Silva, outro filho do Sargento, o qual encontra-se foragido. Foram apreendidas na casa dos suspeitos uma arma de fogo, calibre 12, sem registro e com ttês munições intactas, e um revólver calibre 38, registrado e pertencente ao Policial Militar. As investigações apontaram que o crime ocorreu devido a um desentendimento motivado, provavelmente, por ciúmes, entre a vítima e um outro filho do Sargento Lindomar Moura, de nome Jhonatam Silva.

A vítima conversava com um amigo, sentada em cima de uma motocicleta, quando se aproximou uma caminhonete GM S10, prata, pertencente e conduzida pelo Sargento Lindomar Moura Gomes. Ao lado do pai, o filho Jhonison Silva, e no banco de trás, Jhonatan Silva, autor dos disparos. Segundo os levantamentos feitos pelos Policiais Civis, ainda de dentro do veículo, Jhonatan efetuou dois disparos contra a vítima. Não satisfeito, desceu do carro e efetuou mais dois disparos, matando Wescley Ferreira.

armas apreendidas
Armas apreendidas na casa dos suspeitos

Lindomar Moura e Jhonison Silva foram presos por força de Mandado de Prisão Preventiva, medida também decretada em desfavor de Jhonatan Silva, foragido. As investigações do crime ficaram a cargo do Delegado de Polícia Danilo Martins, Titular da Delegacia do Novo Gama, que contou com os trabalhos dos policiais Thiago Rodrigues, Filipe Moreira, Francisco Flávio, Eufrázia, Dimas, Filipe Nogueira e Milton Belloti.

O Delegado Titular da 5ª Delegacia Regional de Polícia (DRP), de Luziânia, Rodrigo Mendes, fez questão de enaltecer o trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Delegado Danilo Martins, bem como de todos os Policiais Civis que atuam em Novo Gama. Para Rodrigo Mendes, as ações desencadeadas têm refletido positivamente na redução da criminalidade em Novo Gama e região.

                                                                    Máquinas caça-niqueis

Dez máquinas caça-níqueis utilizadas para a prática de jogos de azar e aproximadamente R$ 2.000 mil em dinheiro foram apreendidos na região do Entorno do Distrito Federal. As apreensões aconteceram na terça-feira, dia 8, em Valparaiso de Goiás. Foram presos pelos Policiais Civis do 1º Distrito Policial(DP) daquele município, Emerson Bem Lançanova e três testemunhas que jogavam no local. Em desfavor de Emerson Lançanova foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência pela prática de crime contra a economia popular, previsto no artigo 2º, IX, da Lei nº 1.521/51.

Máquinas caça-niqueis apreendidas em Valparaiso
Caça-niqueis apreendidas em Valparaiso

A ação foi coordenada pela Delegada Titular do 1º DP, de Valparaíso, Isis Santala Leal, e contou com a participação dos Policias Civis Vanderlei Alves e Karlo Paranhos e Cláudio Ricardo.

O Delegado Titular da 5ª Delegacia Regional de Polícia (DRP), Rodrigo Mendes de Araújo, parabenizou os policiais envolvidos na ação e ressaltou a importância da atuação da população em colaborar com a Polícia Civil, para que a repressão à criminalidade possa se dar de forma mais efetiva e com agilidade na Região do Entorno do Distrito Federal .

Texto: Delegado de Polícia Norton Luiz Ferreira, com a Escrivã de Polícia Natália Carvalho Fontineli
Fotos: Polícia Civil /  Novo Gama e Valparaiso