DEAM de Goianésia realiza ação de combate à pedofilia. Quatro suspeitos foram presos

261
operaçao
Grupo preso em operação

A Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM) de Goianésia, no centro goiano, em conjunto com a Delegacia Municipal, realizou, no dia 7 de agosto, uma operação de combate ao crime de pedofilia, batizada de Operação “Pro Dia Nascer Feliz”. A operação resultou na prisão de quatro pessoas.

Segundo a delegada Poliana Bergamo, titular da DEAM, as investigações levaram quatro meses, período depois do qual foram feitas as representações pelas prisões dos suspeitos. Para a delegada, dois dos envolvidos podem ser considerados pedófilos contumazes, pela quantidade de vítimas a reincidência nos abusos.

O nome da operação, conforme explica Poliana, faz menção à necessidade de dar oportunidade de uma vida feliz às crianças abusadas. Os acusados foram encaminhados ao Centro de Inserção Social de Goianésia e responderão pelos crimes de estupro de vulnerável, com pena prevista de oito a 15 quinze anos de prisão.

A ação contou com a participação dos delegados Glenio Alves, titular da Delegacia de Goianésia, e Murillo Leal, delegado adjunto, e de seis agentes. Poliana Bergamo parabenizou a equipe pelo êxito e agradeceu o apoio incondicional do delegado da 15ª Delegacia Regional de Polícia, Marco Antônio Maia.

Texto: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil