Deam faz operação para prender agressores de esposas e ex-mulheres

254
presos
Presos apresentados na Deam (Foto: Vitor Santana/G1)

A Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) prendeu sete homens suspeitos de agredir esposas e ex-mulheres, em Goiânia. A Operação Maria da Penha durou quase duas semanas e terminou na terça-feira (28). Todos os detidos tinham mandados de prisão por crimes contra as companheiras e era reincidentes no crime. De acordo com a delegada Ana Elisa, titular da especializada, os homens descumpriram medidas protetivas, que proibiam a aproximação com as vítimas.

Além dos sete mandados de prisão, também foram cumpridos oito de busca e apreensão na casa dos alvos da ação. Na casa de um deles foram apreendidas várias armas de fogo e também de pressão. Ana Elisa explicou, ainda, que alguns dos suspeitos já tinham passagem pela polícia. Desde o início do ano, 230 homens já foram presos suspeitos de agredir mulheres, em Goiânia. Além disso, já foram pedidos 470 medidas restritivas. Em 2015, foram 270 prisões e 270 pedidos de protetivas.