Decon apreende 2 toneladas de produtos impróprios para o consumo

575
Ação tem apoio do Procon e Vigilância Sanitária.
Ação tem apoio do Procon e Vigilância Sanitária.

A Polícia Civil desencadeou nesta segunda-feira, por meio da Decon (Delegacia Estadual de Repressão a Crimes contra o Consumidor) e em parceria com o Procon e a Vigilância Sanitária de Goiânia, mais uma etapa da “Operação Olho Vivo”.

Após denúncias, as equipes dos órgãos de proteção ao consumidor estiveram no Supermercado Vem-Ka, na Vila União, onde foram fiscalizados diversos produtos expostos à venda. Durante a diligência, os policiais apreenderam cerca de duas toneladas de alimentos considerados inadequados para o consumo humano.

Após diligências, açougue foi interditado.
Após diligências, açougue foi interditado.

O Delegado Anderson Pimentel, responsável pela investigação, comentou que a maior parte do material apreendido era de alimento acondicionado de forma irregular: “Tem produto que precisa ser conservado em determinada temperatura para não estragar e isso não estava sendo devidamente observado”, explicou. A gerente do estabelecimento, Mônica Carvalho de Sousa, foi presa em flagrante por crime contra as relações de consumo. O açougue e o depósito do supermercado foram interditados.

De acordo com o Delegado Anderson Pimentel, novas etapas da “Olho  Vivo” já estão programadas e devem acontecer em breve.