DECON e Agrodefesa flagram abate clandestino de suínos em uma chácara de Goianira

416
porco
Carne era manipulada sem qualquer higiene

A Delegacia do Consumidor (DECON), em parceria com a Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), prendeu, no dia 7 de agosto de 2015, durante a Operação Duroc, coordenada pelo delegado Frederico Maciel, o comerciante Geraldo Junior Francisco da Chaga, de 40 anos. Ele é apontado como um dos fornecedores de carne suína para feiras livres e açougues de Goiânia.

Durante a operação, duas toneladas de produtos clandestinos foram apreendidos em Goianira, na região metropolitana de Goiânia. Segundo a Agrodefesa, 200 suínos eram abatidos de forma irregular, sem as mínimas condições de higiene, todo final de semana, no galpão de uma propriedade rural, pertencente a Geraldo. Ele autuado em flagrante por comercializar mercadoria imprópria ao consumo.

O suspeito, que mantinha no local mais de 900 animais para abate, foi preso e multado em mais de R$ 17 mil. Na mesma área da propriedade, no interior da casa de Daniel dos Santos Correia, de 26 anos, funcionário de Geraldo, a polícia encontrou uma espingarda calibre 36 e munições do mesmo calibre, razão pela qual Daniel foi autuado em flagrante pelo crime de posse irregular de arma de fogo.

Texto: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
Foto: Polícia Civil