Decon fecha fábrica de massas em Aparecida de Goiânia

568

pizza2Policiais da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor fecharam nesta quarta-feira (25/01), em conjunto com a Vigilância Sanitária de Aparecida de Goiânia, a indústria de massas Papadelli, fabricante e distribuidora dos produtos da marca Brondelli, por vender produto impróprio para consumo.

Segundo o delegado Frederico Dias Maciel, a Papadelli Indústria e Comércio de Alimentos LTDA estava interditada pela Vigilância Sanitária desde maio de 2016, mas continuava funcionando de forma clandestina e sem atendimento a quaisquer normas de higiene.

Quando a equipe chegou ao local encontrou três funcionários trabalhando. Constatadas as péssimas condições sanitárias e a desobediência à interdição, foi cumprido Mandado de Busca e Apreensão com o recolhimento, para descarte, de 162 pacotes de 500g de massa para pastel, 62 pacotes de massa para pastel em rolo 500g, 52 quilos de massa em processo de produção (pizza e pastel), e 26 quilos de embalagens plásticas. Chamou a atenção o fato das embalagens estarem guardadas no banheiro sujo.

Os responsáveis não estavam na fábrica mas serão indiciados por crime contra as relações de consumo (venda de produto impróprio para consumo) e desobediência. Os fiscais da Vigilância Sanitária de Aparecida de Goiânia lavraram Auto de Infração, colocaram novamente as placas de interdição e lacraram as portas da empresa.

A marca Brondelli é amplamente comercializada nos supermercados da capital e região metropolitana. A fiscal Gabriella Mendes informou que a Vigilância Sanitária tomará providências para recolher todos os produtos, que oferecem sérios riscos à saúde dos consumidores, das gôndolas.