DECON instaura inquérito para apurar falsificação de bebidas e produtos impróprios ao consumo

346

Nesta terça-feira (08), Policiais da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (DECON), após diversas diligências, se deslocaram ao endereço mencionado numa denúncia recebida através do Disque Denúncia 197 da Polícia Civil. Segundo a denúncia no local funcionava um laboratório de falsificação de bebidas alcoólicas.

Na porta do imóvel, em uma camionete, as equipes da Decon visualizaram uma grande quantidade de garrafas vazias de bebidas, principalmente aguardentes e destilados. O proprietário do imóvel permitiu a entrada dos policiais espontaneamente.

Foi levantado que no local está registrada uma empresa em nome do investigado, sendo que foram encontradas armazenadas centenas de garrafas vazias de bebidas diversas, uma grande quantidade de bebidas diversas, principalmente aguardentes em caixas e engradados, todas aparentemente em boas condições de consumo. Contundo em um dos cômodos da casa, foram encontrados 18 bombonas plásticas de 200 litros cada, contendo líquido aparentemente sendo de aguardante de cana-de-açúcar.

O local apresentava sinais de mofo, poeira e muita sujeira. O responsável foi conduzido à DECON para ser ouvido pela autoridade policial responsável pela diligência. Foi instaurado inquérito policial para se verificar a impropriedade dos produtos apreendidos, bem como a responsabilidade do investigado.