Deic apresenta dupla suspeita de latrocínio no Setor Estrela Dalva

427

deicO Grupo de Repressão a Latrocínio da Delegacia de Investigações Criminais (Deic) apresentou nesta quinta-feira (2) Wilhias Barbosa de Jesus e Thays Borges de Faria, suspeitos do latrocínio do pedreiro Francisco Ferreira de Morais, morto depois de ser atingido por um disparo de arma de fogo na cabeça, durante roubo ocorrido no dia 14 de abril, em sua residência, no Setor Estrela Dalva, em Goiânia.

Na ocasião, a vítima estava com sua esposa e uma amiga, em casa, quando duas pessoas entraram na residência anunciando um assalto. Mesmo rendido e deitado no chão da cozinha, Francisco foi baleado na cabeça. Ele foi socorrido, mas não resistiu e faleceu no hospital. De acordo com as investigações da Polícia Civil, os criminosos mataram a vítima por medo de serem reconhecidos, já que moravam em um bairro vizinho. Foram roubados dois celulares, R$ 150, e vários eletrodomésticos.

Segundo o delegado Francisco Lipari, responsável pela investigação, Thays seria a receptadora dos objetos roubados por Wilhias Barbosa de Jesus e pelo comparsa, Lucas Estefano dos Santos, que está foragido. Estefano chegou a ser preso por outro crime uma semana após o latrocínio, mas fugiu da carceragem da delegacia.