Deic apresenta suspeitos de incêndio na 13ª Vara Criminal de Goiânia

545
IMG-20151222-WA0003
Vanelson Soares e Gabriel Gomes foram apresentados na Deic

A Delegacia de Investigações Criminais (Deic) apresentou, na manhã desta terça-feira (22), os suspeitos de terem praticado incêndio na escrivania da 13ª Vara Criminal de Goiânia, no Fórum do Setor Oeste, na madrugada de 26 de novembro. O fogo atingiu, além da área responsável pelo julgamento em fase de Júri dos crimes dolosos contra a vida, a sala da Procuradoria-Geral do Município de Goiânia.

A Polícia Civil concluiu que os irmãos Vanelson Soares Rocha Júnior e Zaine Martins Rocha, juntamente com Gabriel Gomes da Silva e Vitor Costa foram os responsáveis pelo crime. De acordo com as investigações, Vanelson, Zaine e Gabriel agiram a pedido de Vitor Costa, companheiro de Zaine, que já foi encaminhada para o complexo prisional. Vitor havia sido preso e autuado em flagrante cinco dias antes pelos crimes de associação criminosa responsável por ataques a instituições financeiras e porte ilegal de armas.

Segundo o delegado Kléber Toledo, titular da Deic, o incêndio teria o objetivo de destruir provas contra Vitor no processo. Vanelson, Zaine e Gabriel foram presos no dia 14 de dezembro, quando a Polícia Civil cumpriu os mandados de busca e apreensão e as prisões temporárias, que já foram convertidas em prisões preventivas. Eles foram indiciados por associação criminosa, incêndio doloso majorado e supressão de documento público.