DEIC: Polícia Civil prende homem acusado de estelionato. Ele usava documentos falsos

421
falsificador
Documentos falsificados encontrados com suspeito

O Grupo de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes (GREF), da Delegacia de Investigações Criminais (DEIC), apresentou, na manhã desta quinta-feira (26), Claudeomir Padre Lemos, 44, suspeito de uso de documento falso e estelionato. De acordo com a delegada Mayana Rezende, o homem utilizava os documentos para abrir contas em bancos e fazer compras. “Ele disse que trabalhava com a mãe em uma confecção, mas acreditamos que ele fazia do estelionato uma profissão”, afirmou.

Segundo a delegada, Claudeomir abriu uma conta em um banco, os funcionários suspeitaram dos documentos dele e acionaram a Polícia Civil. “Nós fomos ao local no mesmo instante e conseguimos encontrá-lo saindo de uma loja de celular, na Cidade Jardim. Na abordagem, ele apresentou documento falso. Inclusive, a identidade que ele apresentou é de uma pessoa procurada pela polícia no Amapá”, disse.

De acordo com a polícia, na casa do suspeito foram encontrados outros três documentos falsos, além de materiais utilizados na falsificação de identidades. Em depoimento, Claudeomir afirmou que comprava os documentos de uma pessoa de Brasília, mas, segundo a polícia, as evidências mostram que ele é o falsificador.

Texto e foto: Jornal O Hoje