Deic prende latrocidas de crime bárbaro no Setor Morada do Sol

683
WhatsApp Image 2016-08-23 at 11.26.14
Policiais da Deic realizam a apresentação dos latrocidas

Policiais Civis do Grupo de Repressão a Latrocínios, da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), finalizou investigação sobre bárbaro crime de latrocínio com a prisão de três indiciados. O crime ocorreu no dia 1º de abril de 2016, por volta das 23 horas, no Setor Morada do Sol, no noroeste de Goiânia. Fernando Rodrigues de Sousa, Álvaro Barbosa Espíndola Correa e Patrícia Lários Rodrigues, com uma arma de fogo e uma faca, entraram na casa de Wagner Rodrigues da Silva e anunciaram o roubo, passando a constranger as vítimas, que também incluíam a esposa e as filhas da vítima, a lhes entregar dinheiro.

Durante a ação, Wagner foi violentamente golpeado com cerca de 39 golpes de faca desferidos por Patrícia, sendo que Fernando o alvejou com um disparo de arma de fogo na cabeça, causando-lhe a morte. Dentre os vários objetos subtraídos da casa encontram-se aparelhos de telefone celulares, dinheiro e um veículo, recuperados no decorrer das investigações.

O crime de Latrocínio, roubo seguido de morte (Artigo 157, Parágrafo 3º, do Código Penal Brasileiro) é punido com pena de reclusão de 20 a 30 anos, sem prejuízo ao pagamento de multa.