Decon prende em flagrante quadrilha especializada em clonar cartões bancários

423
Objetos apreendidos pela Polícia Civil em poder da quadrilha

Policiais Civis da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes contra o Consumidor – Decon prenderam em flagrante  na manhã de hoje(17), quatro pessoas que clonavam cartões bancários. As prisões foram feitas nas cidades de Anápolis e Trindade. Com os presos foram encontrados aparelhos conhecidos como “chupacabras”, câmeras de filmagens de caixas eletrônicos, computadores , cópias coloridas de cédulas de identidades em branco e vários boletos bancários, que seriam pagos com os cartões clonados.

Os presos fazem parte de uma quadrilha que tem integrantes em vários estados brasileiros. Oito integrantes já foram identificados pelos policiais da Decon e serão presos a qualquer momento.  Segundo o delegado Valdemir Pereira da Silva, que coordenou os trabalhos, os donos dos carnês serão indiciados pelo crime de estelionato. Esclareceu que os acusados cobravam percentual para fazer pagamentos dos boletos  com os cartões clonados.

Quadrilha era especializada em clonar cartões bancários

Há aproximadamente 20 dias consumidores e representantes de bancos procuraram a Polícia Civil solicitando a colaboração da Decon para que esta investigasse os casos de cartões clonados. Os policiais passaram a monitorar a partir das agências bancárias e dos cartões clonados, chegando aos quatro acusados.  Max Delber Mesquista, 31 anos,  que preparava um golpe no valor de R$ 500 mil ,segundo o Delegado  Valdemir Pereira, foi preso em Trindade, e Isaac Ferreira da Silva, 35, em Anápolis. Os outros dois presos não tiveram sua identidades reveladas porque terão o benefício da delação premiada.

Resumo de 2011

Delegado André Abrão

Delegado André Abrão, titular da Decon,  informou que em 2011 a Especializada realizou 11 operações em parceria com a Vigilância Sanitária, Anvisa, CRO, Agrodefesa, ANP, Câmara Municipal de Vereadores e Procon, tendo lavrado 129 autos de prisão em flagrante.