Denarc desarticula quadrilha de traficantes de drogas que atuava no Setor Coimbra

659

Três armas apreendidas pela especializada em posse dos criminosos durante a ação podem elucidar homicídios praticados na região

A Delegacia de Repressão a Narcóticos (Denarc) desarticulou uma organização criminosa que dominava o tráfico de drogas no Setor Coimbra durante uma operação realizada na noite de quinta-feira (03). No âmbito da ação, foi preso Sebastião Vicente Ribeiro marques, 19 anos. Surpreendido cortando pedaços de droga do tipo crack para revenda, Vicente também foi flagrado em posse de cerca de oito quilos de pasta base em barras, um quilo de maconha, balança de precisão e uma arma de fogo do tipo pistola da marca Glock calibre 380 com dois carregadores, um dos quais na forma estendida, com capacidade para 32 munições.

Enquanto realizam buscas no local, um veículo parou à porta da casa de Vicente e dele desceram três menores de idade. Ao abordar os jovens, foram encontradas várias porções de drogas e uma balança de precisão. Nesse ponto, os agentes de polícia identificaram os jovens e viram que se tratavam de investigados pela polícia, principalmente pela prática de tráfico de drogas e homicídios na região Sudoeste da Capital.

Os menores infratores disseram que estariam indo até a casa de Vicente para usar drogas. Entretanto, os adolescentes já estavam com drogas no bolso. Um deles portava uma balança de precisão. Questionado sobre isso, ele confessou que há algum tempo vende drogas na região do Terminal da Praça A e que teria mais drogas em sua residência, próxima ao Camelódromo de Campinas.

Os agentes seguiram até a residência desse menor infrator, onde encontraram mais porções da substância conhecida como crack. Os investigadores prosseguiram até a residência dos outros dois menores, no Setor Coimbra. Lá, encontraram Vitor Felipe Rodrigues de Lima, 18 anos, que se identificou como tio dos menores.

Armas e drogas apreendidas pela Denarc durante a operação

Em buscas no local, os agentes encontraram mais substâncias suspeitas de se tratar de drogas do tipo crack, cocaína e maconha, além de mais uma balança de precisão. Todos foram conduzidos até a especializada e confessaram que atuam na venda de entorpecentes.

Foi realizada ainda a prisão de Guilhereme Henrique Ribeiro Mendonça, 18 anos, que portava duas pistolas semiautomáticas nos calibres 765 e 380. Ao ser questionado pelos policiais da Denarc sobre a procedência das armas de fogo, ele relatou tê-las obtido de Vicente, a quem definiu como seu amigo, o qual lhe teria emprestado os artefatos bélicos.

Esses indivíduos são investigados pela prática de vários homicídios na região Sudoeste, motivados pelo controle de territórios do tráfico de drogas. “Com a apreensão das três armas de fogo, provavelmente alguns casos de homicídio serão esclarecidos”, pontuou o delegado Eduardo Gomes, responsável pela ação.