DENARC prende dois traficantes na Rodoviária de Goiânia com drogas trazidas do Mato Grosso

353
Em primeiro plano, Cleiton Arruda e a droga apreendia e seu poder. Em baixo, e a droga trazida de Cuiabá
Em primeiro plano, Cleiton e a droga apreendida e seu poder. Em baixo, Wesley Rodrigues e a droga trazida de Cuiabá

Após três meses de investigações, Policiais Civis da Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (DENARC) prenderam dois traficantes que traziam pasta base de cocaína para Goiânia. As prisões aconteceram em dois momentos e ações diferentes, informou o Delegado de Polícia Eduardo Prado, Adjunto da DENARC, e responsável pelas investigações.

O primeiro a ser preso foi Cleiton Arruda Silva, de 20 anos. Ele chegava da cidade de Pontes e Lacerda, no Mato Grosso, com 4,7 kg de Pasta Base de Cocaína, quando foi abordado pelos policiais da DENARC. O traficante chegou em Goiânia às 2 horas da manhã de ontem, dia 14, em um ônibus da Empresa Eucatur Turismo. Ao ser preso, disse que foi contratado por um Boliviano em Pontes e Lacerda para deixar a droga em um banheiro da Rodoviária de Goiânia. Pelo serviço, afirmou o preso, receberia R$ 2.000 mil.

Depois, foi a vez de Wesley Rodrigues de Brito, de 19 anos, ser preso com três quilos de Pasta Base de Cocaína, além de meio quilo da Cocaína conhecida como cocaína Escama de Peixe, muito apreciada por usuários mais endinheirados por causa da sua qualidade e pureza. Wesley chegou em Goiânia às 5 horas da manhã de ontem, dia 14., oriundo de Cuiabá, no Mato Grosso. O que ele não esperava, ao descer do ônibus da Empresa São Luís, é que estava sendo aguardado pelos Policiais Civis. O traficante disse que receberia R$ 1.000 mil para transportar a droga. A ação foi em um ônibus da Empresa Expresso São Luís.

Texto: Delegado de Polícia Norton Luiz Ferreira – Assessor de Comunicação da Polícia Civil
fotos: Polícia Civil / DENARC