Traficantes presos por Policiais Civis da Denarc com R$ 25.000 mil em dinheiro e cocaína

424

Dyliston Emanoel Souza e Rafael Ferreira Póvoa foram presos por Policiais Civis da DENARC. Com eles, foram apreendidos objetos (insumos) destinados à preparação e transformação de drogas, cerca de 5,225 kg de cocaína e R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais)em espécie. Os dois foram indiciados pelo crime de tráfico de drogas.

Os Policiais Civis estavam monitorando a residência de Dyliston, que era usada como ponto de tráfico. No dia 10/07, por volta das 18h40, viram um veículo VW/ Crossfox parando em frente a casa suspeita. Rafael estava no veículo e, ao descer, foi recebido por Dyliston que lhe entregou uma bolsa, momento em que foram abordados.

Na bolsa tinha cerca de 5,225 kg de cocaína e, diante dessa situação, foi dada voz de prisão aos dois. Em seguida, os Policiais Civis entraram na residência de Dyliston, onde encontraram insumos destinados a preparação de cocaína e uma porção de maconha. Após isso, foram até a casa de Rafael, onde apreenderam R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais) em espécie dentro do guarda-roupa do quarto dele.

Dyliston, de 22 anos, disse em seu interrogatório que é usuário de maconha e cocaína. Ele afirmou ainda que a cocaína apreendida era dele e que não havia entregado a droga para Rafael, que apenas passado em sua casa para pegá-lo. Disse ainda não saber que Rafael era foragido da justiça. Quando foi perguntando sobre o que faria com a cocaína, disse que iria vendê-la, mas que não sabia o valor que receberia pela droga. Afirmou também não saber o valor que pagou pela droga, pois foi comprando aos poucos. Sobre a maconha, afirmou que se destinava a seu consumo pessoal. Sobre os insumos apreendidos, disse serem dele e que estava tentando aprender como preparar cocaína.

Rafael Ferreira Povoa, de 30 anos, já foi preso e autuado por associação ao tráfico de drogas, tendo sido condenado por esse delito. Ele afirmou ser usuário de maconha. Disse que no dia da prisão tinha ido até a casa de Dyliston com a intenção de chamá-lo para jogar futebol. Sobre o mandado de prisão existente contra ele, falou  que é em virtude de não estar comparecendo ao regime semi-aberto.

Com relação ao veículo VW/ Crossfox, cor branca, ano 2012, placa JKE 7385, apreendido, garantiu que negociou o veículo com um garageiro chamado Paulo, proprietário de uma loja no Setor Aeroporto, em Goiânia, não sabendo precisar o nome do estabelecimento. Rafael afirmou ter dado R$ 8.000,00 (oito mil reais) de entrada e combinou pagar o restante em prestações mensais no valor de R$ 700,00 (setecentos reais), num total de 57 prestações. Sobre o dinheiro apreendido, R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais), disse pertencer a ele e que foi obtido com a venda de um veículo VW/Voyage.