DIH apreende 800 quilos de maconha no Residencial Florença

307
drogas 800
(Foto: Rafaela Bernardes/ A Redação)

A Polícia Civil (PC), através da Delegacia de Homicídios (DIH), apresentou nesta terça-feira (29) apreensão de 800 quilos de maconha e prisão três pessoas na última quinta-feira (241) no Residencial Florença, em Goiânia. O delegado responsável pela investigação, Carlos Caetano, explicou que a polícia chegou até a droga depois que começou a investigar um homicídio, ocorrido em outubro deste ano, no Jardim Europa, em Goiânia.

Na ocasião, G.A., de 18 anos, matou a tiros Gustavo Wanderson, também de 18 anos. Depois de um mês de investigação a PC conseguiu informações de que G.A. estaria escondido na residência. Ao chegar ao local a polícia foi surpreendida. “Estávamos à procura do homicida e acabamos descobrindo uma quadrilha especializada no tráfico de drogas. O valor da droga pode chegar a R$1 milhão depois de comercializada. Não prendemos o G.A., mas já temos informações do seu paradeiro”, disse o delegado.
Segundo o delegado, o dono da droga, W.R.L, de 26 anos, é apontado como um dos maiores traficantes do Estado. Ele estava foragido do presídio de Itumbiara e entre suas passagens pela polícia, ele responde por tráfico internacional. “Ele trazia a droga do Paraguai e distribuía para os traficantes aqui da capital”, explicou. Os outros dois presos trabalhavam para W.R.L. A polícia descobriu ainda que o chefe da quadrilha é o mandante do assassinato de Gustavo Wanderson.