DIH apresenta dupla que matou homem após briga em bar

390

dih_1A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH), apresentou, na manhã desta sexta-feira (9), Irenaldo Rodrigues dos Santos, conhecido como “Duda”, e Ezivam Araújo Parente, apelidado de “Doidera”, suspeitos do assassinato de Rome Vieira dos Santos, de 51 anos, ocorrido em 10 de setembro do corrente ano, em um bar localizado na Avenida Itália, no Setor Jardim Europa, em Goiânia.

As investigações apontaram que Rome Vieira estava na companhia de seu filho, Rome Vieira S. Junior, participando de um tradicional torneio de sinuca do estabelecimento. Duda e Doideira entraram no bar e fizeram a inscrição para participar da competição. Em um sorteio para formar o duelo de duplas, os suspeitos foram selecionados para jogar contra a vítima e o seu filho. Segundo o delegado Danillo Proto, ao iniciar o jogo, as duplas rivais se desentenderam.

O filho da vítima afirmou à polícia que, durante o jogo, Rome foi golpeado por Doidera e ficou com o nariz ferido. Depois da desavença com os suspeitos, pai e filho resolveram deixar o local, mas quebraram os vidros do carro de Doidera. Os suspeitos, então, saíram à procura de pai e filho, que foram encontrados na Avenida Itália. Duda, de posse de uma barra de ferro partiu para cima de Rome, o pai, enquanto Doidera pegou um facão e foi para cima de Rome Júnior.

Na sequência dos fatos, pai e filho pegaram pedras para se defenderem. No entanto, Duda e Doidera golpearam as vítimas por várias vezes, fugindo do local em seguida. Uma viatura do Corpo de Bombeiros foi acionada, porém, Rome Vieira não resistiu aos golpes de barra de ferro e faleceu em seguida.

Ferido com menor gravidade, Rome Júnior conseguiu dar detalhes do ocorrido aos investigadores. Duda e Doidera foram presos no dia 5 de dezembro, no Setor Sudoeste. Os acusados confessaram o crime e apresentaram a barra de ferro utilizada no crime. Ambos relataram arrependimento e alegaram ter praticado o homicídio sob efeito de álcool.