DIH apresenta suspeito de participação em morte de policial aposentado

531

dih genesioA Polícia Civil apresentou, na manhã desta sexta-feira (17) o preso Genésio Rodrigues de Almeida Júnior, um dos responsáveis pelo latrocínio do policial civil aposentado Felix de Jesus Nazareno, alvejado por disparo de arma de fogo no dia 31 de março do corrente ano, na rua T-27, Setor Bueno, na porta do Instituto Ortopédico de Goiânia (IOG).

Segundo as investigações, realizadas pela equipe do Cartório II da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), coordenada pela delegada de polícia Ana Claudia Rodrigues Stoffel, Genésio estava foragido no município de Professor Jamil, onde foi preso na quinta (16).

Os comparsas de Genésio, que atuaram na ação que vitimou Felix, eram Felipe Gabriel, que morreu após ser alvejado pela vítima, em reação ao assalto, e Rulio Santos Cruz, que está preso desde abril, após intervenção da Polícia Militar. Genésio teria levado os comparsas ao local do crime, planejado por ele. À polícia, ele confessou a participação no crime.

No dia do crime, Felix foi abordado por dois bandidos que queriam levar seu veículo, um Toyota Corolla, ao chegar ao trabalho. Ele foi baleado e, mesmo ferido, conseguiu atirar contra os assaltantes. Um dos suspeitos morreu no local. O outro, que também foi baleado, fugiu. Felix ficou nove dias internado, mas não resistiu.