DIH apresenta último suspeito de assassinato ocorrido no Conjunto Vera Cruz

562

claytonA Polícia Civil, por meio da Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH), apresentou, na manhã desta quarta-feira (18), o preso Clayton Vieira de Resende, de 43 anos (foto). Ele é o último preso de um grupo de quatro pessoas acusadas de arquitetar e consumar o assassinato de Luciano Alves de Oliveira Neto, morto a facadas em março deste ano, na região do Conjunto Vera Cruz II.

De acordo com as investigações, conduzidas pelo delegado Thiago Martimiano, no dia dos fatos, Luciano, que era usuário de drogas, estava em um bar com integrantes de uma quadrilha que atua na região do Vera Cruz. Um integrante da quadrilha rival passou atirando, procurando um desafeto chamado “Mateuzinho”.

Desconfiado de que Luciano era o “cagueta” que havia o delatado, Matheus Santos de Sousa e seu bando agrediram Luciano e, em seguida, praticaram o homicídio. Clayton, que foi quem efetivamente desferiu as facadas na vítima, era o único que ainda não havia sido capturado pelo crime. Ele foi encontrado na Casa do Albergado, onde estava recolhido em função de outras condenações.

No dia 17 de abril, equipe da Delegacia de Homicídios já havia cumprido mandados em desfavor de Matheus Santos, Ricardo Barbosa Moraes e Ademir Ferreira de Sousa, os outros responsáveis pela morte de Luciano. Eles tiveram a prisão temporária prorrogada nesta terça-feira (17).