DIH prende homicidas em caso de rixa entre grupos criminosos

321
índice1ay
Danilo Ferraz (à esquerda) e Fernando Marques (à direita)

A Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH) realizou a prisão de Danilo Ferraz e Fernando Marques, acusados de assassinar Wothson Martins Freitas na noite de natal de 2013. O crime foi motivado por uma rixa entre facções criminosas das quais tanto autores quanto vítima pertenciam. De acordo com investigações, eram creditadas a Wothson alguns homicídios de membros do grupo integrado por Danilo e Fernando.

Segundo o adjunto da DIH responsável pelo caso, delegado Paulo Ribeiro, a presença de um número considerável de testemunhas auxiliou na resolução do caso. Na noite da ação delituosa, os autores abordaram cinco pessoas, entre as quais a vítima, portando ambos uma arma de fogo cada um. Wothson foi morte com seis disparos.

Danilo e Fernando foram indiciados por Homicídio Qualificado (Artigo 121, Parágrafo 2º, do Código Penal Brasileiro). A pena prevista é de reclusão de 20 a 30 anos.