DIH prende suspeito de esquartejar pedreiro em Goiânia

335
dih
Foto: Aulus Rincon

Denes Muriel Xavier, de 28 anos, foi preso pela Polícia Civil e apresentado na Delegacia de Investigações de Homicídios (DIH) nesta segunda-feira (11), suspeito de matar, esquartejar e colocar fogo no corpo do pedreiro Antônio de Carvalho Silva, de 38 anos. O crime aconteceu em 27 de julho de 2015, no Residencial Serra Azul, em Goiânia. o suspeito disse que  cometeu o crime porque a vítima tinha roubado uma quantidade de crack dele e chamado sua irmã de “gostosa”.

Segundo o delegado Thiago Martiniano, responsável pelas investigações, as características físicas do suspeito, informadas por testemunhas, ajudaram nas investigações. Denes foi encontrado, no dia 8 de abril, na Casa do Albergado Guimarães Natal, na capital, que abriga reeducandos do sistema penitenciário. No local, o suspeito cumpria pena por tráfico de drogas. Segundo a polícia, o jovem deu detalhes de como matou Antônio e disse que se sente “um pouco” arrependido.

De acordo com as investigações, Denes esfaqueou o pedreiro na casa dele e o levou à pé para as margens de um córrego a poucos metros da residência. No local, ele cortou os pés e ateou fogo em Antônio. Após queimar parte do corpo, o suspeito jogou a vítima dentro do córrego e escondeu galões de gasolina em uma mata próxima ao local. A polícia teve conhecimento do fato após encontrar um pé do pedreiro boiando no ribeirão.