DPCA Luziânia prende homem suspeito de abusar da enteada

482

A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Luziânia desencadeou a Operação AIBÚN, com o objetivo prender um investigado por praticar reiterados abusos sexuais contra a enteada. O suspeito era padrasto da vítima e a molestava sexualmente desde os 07 anos de idade.

Após averiguação, a polícia descobriu que o suspeito trabalhava em um estabelecimento comercial de Brasília e com o apoio da Polícia Civil do Distrito Federal conseguiu capturar o criminoso. Interrogado, o agressor confessou a autoria da grave infração penal.

O inquérito policial será concluído e remetido ao Poder Judiciário. Se condenado, ele poderá pegar uma pena de até 15 anos de reclusão.