Duas mulheres são presas em Morrinhos acusadas de provocarem aborto

383

Policiais Civis de Morrinhos prenderam na tarde de ontem, 13/10, Elizabete Cirila da Mata, de 24 anos. Ela foi presa logo após provocar um aborto em si mesma e colocar o feto em uma caixa de sapato. Também foi presa em flagrante Helany Márcia da Silva, de 43 anos. Haleny é acusada de ter vendido e por manter em depósito o medicamento chamado Cytotec, utilizado por Elizabete no procedimento abortivo.

O Delegado Pedro Garcia Caíres informa que no início da tarde de ontem ele recebeu a denúncia de que Elizabete teria praticado um aborto momentos antes. Assim, dirigiu-se até a residência dela, onde encontrou o feto, de aproximadamente 20 semanas de gestação, embalado em uma sacola plástica e dentro de uma caixa de sapatos. Também foi encontrada a cartela do medicamento Cytotec utilizado para o aborto.

Após Elizabete indicar quem lhe vendeu o medicamento foi possível localizar e prender Helany Márcia. Com ela, foram encontrados dois comprimidos de Cytotec e R$ 1.600,00 em dinheiro. Participaram das prisões o Delegado de Polícia Pedro Garcia Caires, os Agentes de Polícia Edevaldo Soares dos Santos e Nilton César da Cunha, além da equipe de patrulhamento tático da PM.