Polícia Civil: Presa pela DEIC dupla paulista que aplicava golpes contra idosos em Goiânia

745
Estelionato (1)
Celulares e cartões foram apreendidos com suspeitos

A Polícia Civil apresentou na manhã desta terça-feira (2) dois homens suspeitos de aplicarem golpes contra idosos. De acordo com a chefe do Grupo de Repressão a Estelionatos e Outras Fraudes da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC), Mayana Rezende, os suspeitos são de São Paulo e estavam em Goiânia há 10 dias, onde a polícia localizou 13 vítimas.

De acordo com a delegada, Carlos Alberto Gomes de Oliveira, de 27 anos, e Marcelo Araújo Rodrigues, de 32 anos, entravam em agências bancárias, localizavam um idoso em um caixa eletrônico e ofereciam ajuda ou causavam uma situação que deixava a pessoa confusa. “Eles ficavam por perto oferecendo ajuda e decoravam a senha digitada pelo idoso. Depois disso, davam um jeito de trocar os cartões”.

Com senha e cartão em mãos, os suspeitos de estelionato sacavam todo o dinheiro da conta dos idosos e realizavam compras. A polícia acredita que apenas em Goiás o prejuízo causado pela dupla seja de R$ 45 mil. Carlos Alberto e Marcelo foram presos ontem (1º) nas imediações de uma das agências bancárias onde haviam acabado de aplicar um golpe. Com eles, a polícia encontrou R$ 3 mil em espécie.

Investigação
Segundo Mayana Rezende, a polícia chegou aos suspeitos após denúncias realizadas por vítimas. Após descobrirem os golpes, alguns idosos procuraram os bancos e cancelaram os cartões, além de realizarem o boletim de ocorrência. “Com as informações, começamos a investigar e identificamos os dois suspeitos”, disse.

Ainda de acordo com a polícia, em depoimento, Carlos e Marcelo confessaram os golpes e afirmaram que são empresários em São Paulo. Os dois estavam hospedados em um hotel de luxo em Goiânia, onde foram encontrados aparelhos celulares, cartões de créditos roubados, cheques e notas fiscais.

Foto e texto: Jornal O Hoje