Em apenas um dia, equipe da DIH prende quatro investigados

491

presos(1)Policiais civis da DIH (Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios) prenderam nesta terça-feira (12/07) quatro homens envolvidos em quatro casos distintos, ocorridos em Goiânia e Aparecida de Goiânia.

Coordenados pelo delegado Rilmo Braga Cruz Júnior, os investigadores prenderam, durante a madrugada, Diogo Wenisey, de 22 anos, suspeito de participação na morte de Watyla Cabral da Silva, assassinado em março deste ano, no Setor São Francisco. “Ele é apontado como a pessoa que ocultou o cadáver da vítima”, explicou Rilmo.

Logo depois, os policiais civis prenderam, em cumprimento a mandados de prisão, Eduardo Gomes da Silva, de 37 anos, Leandro Gonçalves, de 26 anos, e Fernando Alves, de 37 anos. “O Eduardo cometeu um homicídio em 2012, no município de Aparecida de Goiânia. O Leandro praticou um homicídio na capital em 2015 e o Fernando praticou um homicídio em Goiânia em 2001”, relatou o delegado.

Mais um:

Na última sexta-feira, a equipe do delegado Rilmo Braga já havia prendido em Jussara o investigado William Braz Silva Junior, também suspeito de participação na morte de Watyla Cabral da Silva: “Preciso cumprimentar aos agentes e escrivães dessa equipe, que têm trabalhado com muito empenho para solucionar os casos afetos ao nosso cartório”, elogiou o delegado.